Criança foi brutalmente agredida pelo padrasto durante dois dias. / Imagem: Ilustrativo

Um homem foi detido por ter torturado a enteada durante dois dias em Krasnoyarsk, na Rússia. A menina, de apenas quatro anos foi violentamente agredida. Segundo a polícia a criança sofre agressões do padrasto por não conseguir contar até cinco.

O homem detido, que tem cerca de 20 anos, agrediu a enteada com um cabo elétrico e um cinto, tento tambem esmurrado e a agredido com chutes a menina.

Matéria continua após a publicidade

A criança ficou com lesões graves na cabeça, costas, peito, abdómen e braços. A mãe nunca evitou as agressões e não denunciou o caso à polícia. Justificou tal ato com o fato de "temer perder o companheiro", e que optou por tentar tratar a filha em casa.

Uma amiga da família, que viu o estado debilitado da criança e as sequelas que resultaram das agressões, é que acabou por denunciar o caso às autoridades.

O agressor encontra-se preso e aguardar julgamento. O mesmo, pode ser condenado a uma pena de até sete anos de prisão. A menina, assim como a irmã mais velha, de seis anos, foram retiradas da mãe e encontram-se sob custódia dos serviços sociais russos.

 

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos