Menino de 02 anos caiu do braço do sofá e ficou surdo de um dos ouvidos.

Matéria continua após a publicidade

Um menino de dois anos ficou surdo de um ouvido e fraturou o crânio após ter caído do braço do sofá de sua casa. E seus pais, que vivem em Perth na Austrália, decidiram tornar a história pública para alertar outras famílias.

O pequeno Theodore Bowkett precisou ficar dez dias internado no hospital após cair do braço do sofá e bater a cabeça no chão. Em decorrência da queda, ele fraturou o crânio, teve vazamento de fluidos do cérebro e sofreu danos irreversíveis em um dos tímpanos que o deixaram surdo do ouvido direito!

Matéria continua após a publicidade

Os pais desabafaram sobre o acidente do filho. “Uma queda simples pode mudar tudo! Se você está preocupado que há algo errado com seu filho, vá imediatamente para o pronto-socorro!”, disse o pai em entrevista ao portal The West Australian.

Já a mãe do pequeno, Kathlenne Bowkett, relembrou o susto que viveu com o filho. “O choro do meu filho que eu ouvi após aquela queda, eu nunca mais quero ouvir de novo. Logo após a queda começou a sair sangue do ouvido direito e ele começou a vomitar muito!

Levamos nosso filho para a emergência na hora. Depois, o médico nos explicou que quando a criança vomita mais de uma vez nas horas após a queda, isto é um sinal de que houve uma lesão mais grave”, afirmou a mãe ao The West Australian.

Ela também fez um alerta aos pais: “Fique de olho nos seus filhos. E se alguma coisa acontecer e você estiver preocupado, leve seu filho para o pronto socorro para um check up!”.

O pequeno Theodore está se recuperando e no futuro provavelmente precisará passar por uma cirurgia de implante coclear para voltar a ouvir com o ouvido direito.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos