Planta PB5 da Vale, em Mato Grosso do Sul / Imagem: Leandro Grandi

Dados da ANM (Agência Nacional de Mineração) revelam que, no ano passado, as mineradoras que atuam em Mato Grosso do Sul, a Vale uma delas, distribuíram R$ 18.840.887,92, que foram para as contas das prefeituras de 57 das 79 cidades do Estado. A Vale é dona da barragem que rompeu recentemente em Brumadinho (MG) e matou centenas no maior acidente de trabalho da história do Brasil.

O dinheiro é repartido por meio da nomenclatura CFEM (Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais). Ou seja, o recurso é repassado conforme o aproveitamento dos recursos minerais, cuja propriedade é da União.

Matéria continua após a publicidade

Entre os municípios de MS, segundo a ANM, Corumbá foi o que mais arrecadou com as explorações de minérios. À prefeitura da cidade foram repassados R$ 8.330,96,07, média mensal de R$ 695 mil.

Ladário, cidade colada à Corumbá, recebeu R$ 7.231.267,06, a segundo maior arrecadação no Estado.

Matéria continua após a publicidade

Veja a lista com todas as cidades beneficiadas:

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos