Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves em Campo Grande-MS / Imagem: TopMidianews

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, disse ter o interesse de acompanhar de perto o caso da professora suspeita de abusar de crianças em creche do município de Rio Verde, região norte do Estado. Ela tinha intenção de visitar a cidade para conversar com o delegado sobre o caso, mas, não conseguiu espaço na agenda.

Em coletiva de imprensa, Damares declarou que este interesse em acompanhar o caso está muito relacionado ao local onde os abusos ocorreram: uma creche. “A criança tinha que estar sendo protegida na creche. Lugar de proteção virou um lugar perigoso?”, questionou.

Matéria continua após a publicidade

A ministra fez um alerta ainda sobre os maiores suspeitos por abusos sexuais de crianças e adolescentes: conhecidos das vítimas. “Nós divulgamos os resultados do disque 100% e eles nos surpreenderam porque mais de 80% dos abusos no Brasil aconteceram dentro de casa”, completou Damares.

Em relação aos cuidados que podem ser tomados para evitar casos como o de Rio Verde, ela sugere uma atenção maior no momento da escolha dos profissionais. “Estávamos considerando a creche como aliada na proteção da criança. Na verdade, ela é aliada. Esse é um caso isolado, mas, não podemos permitir que pessoas com este comportamento se aproximem de nossas crianças”.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos