De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) não há interdições na rodovia.

“Uma cortina de fumaça cercada por fogo”. É assim que um motorista de 45 anos descreve trechos da BR-262, entre Corumbá e Miranda, no Pantanal de Mato Grosso do Sul.

Imagem mostra como estava na tarde de quarta-feira (30). Tudo por causa do incêndio que desde o fim de semana atinge a vegetação a partir da rodovia e entra mata a dentro. Segundo o governo do estado, o fogo já atingiu ao menos 50 mil quilômetros de extensão no Pantanal.

Matéria continua após a publicidade

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) não há interdições na rodovia e, em trechos com mutia fumaça, a orientação é trafegar em velocidade baixa, de preferência pelo acostamento, e evitar trafegar à noite.

Queimada

As primeiras avaliações do Corpo de Bombeiros indicam que ao menos 50 mil hectares de vegetação já foram queimados.

Matéria continua após a publicidade

Bombeiros e brigadistas trabalham no combate às chamas. Um avião do estado do Mato Grosso ajuda a controlar o fogo. Os municípios de Corumbá, Miranda e Aquidauana estão em situação de emergência desde setembro por causa dos incêndios.

Para evitar que queimadas controladas, normalmente feitas na área rural para eliminar restos de uma cultura e preparar solo para outra, se tornem de grandes proporções por causa das condições climáticas, o governo prorrogou até 30 de novembro a proibição desses incêndios.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos