A 5ª Promotoria de Justiça da Comarca de Corumbá/MS instaurou inquérito para apurar irregularidades quanto ao recebimento de diárias pelos vereadores da Câmara Municipal de Ladário, durante o período de 2009 a 2010. O processo corre em sigilo no Inquérito Civil nº 06.2018.00002933-5.

Farra da diárias continua

Matéria continua após a publicidade

A "farra das diárias" em Ladário não é uma novidade. Em março deste ano, o ex-vereador Romildo Ferreira da Silva protocolou ação na 5ª Promotoria de Justiça de Corumbá, denunciando abuso do poder com o erário publico no município de Ladário. Conforme o ex-vereador, ao analisar o Portal da Transparência ele se deparou com mais de R$ 500.000,00 gastos com passagens, cujo montante divididos entre os dois poderes chega a R$ 357 miil gastos pela prefeitura e R$ 233 mil gastos pelos vereadores distribuídos em dez meses. A justificativa das diárias: “reuniões, cursos e seminários” .

Os gastos com diárias acumulados no ano de 2017 revoltaram e ainda revoltam ladarenses que não conseguem observar a aplicabilidade dos benefícios em melhorias na cidade, como, por exemplo, a apresentação de emendas de bancadas que favoreçam o município. 

Importante ressaltar que o prefeito Carlos Ruso dobrou o valor das diárias no decreto 3237/2017, publicado em 02 de Janeiro de 2017. No decreto, a diária no estado passou de R$ 400,00 para R$ 800,00 e fora do estado foi estipulada no valor de R$ 1000,00. 

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos