Foi publicado hoje (18), no Diário Oficial do Ministério Público de Mato Grosso do Sul (DOMPMS - 1777, edital 0053/2018/05PJ/CBA), nas páginas 21 e 22, a instauração dos Inquéritos Civis que vêm apurar eventuais irregularidades na Secretaria Municipal de Educação de Ladário/MS, no setor de Recursos Humanos e na Câmara Municipal.

Conforme a denúncia movida por servidores internos da própria Prefeitura, os inquéritos investigam desvios de função e favorecimento de servidores municipais que, conforme a publicação, mesmo sem cumprir as carga-horárias de trabalho devidas ou que se encontram afastados de suas funções, continuam a receber remunerações. 

Matéria continua após a publicidade

Na mesma publicação, no edital 0054/2018/05PJ/CBA, o MPE divulgou o inquérito que apura na Prefeitura Municipal de Ladário, a acumulação indevida de cargos públicos por dois servidores da educação. O primeiro servidor, conforme a publicação, é Osvalmir Nunes da Silva, ex-vereador de Ladário também conhecido como "Baguá", que além de acumular cargos, está ausente de prestação efetiva de serviços como professor no município. O outro servidor, José Alberto de Abreu, conforme o edital, acumula cargos como professor em Corumbá e Gerente de Transportes em Ladário.

Já o terceiro inquérito apura a atuação ilegal de Carlos Alberto da Silva Oliveira na Secretaria Municipal de Educação de Ladário, sem que tenha nenhum vínculo formal com o Município. 

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos