Segundo o Ministério da Saúde, Mato Grosso do Sul permanece como o 3° estado com maior número de casos no Brasil, com incidência de 368,1 para 100 mil habitantes, o que representa 10.116 casos prováveis de dengue.

Em relação aos óbitos no estado, foram confirmadas 3 mortes em 2019. O decreto de emergência segue o trâmite, que tem instrução normativa, onde é feito um trabalho conjunto com a Defesa Civil, e Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande que está desenvolvendo esse trabalho na coleta de informações.

Matéria continua após a publicidade

A partir dessa consolidação, o trabalho segue para a Defesa Civil e Secretaria de Saúde do estado, que encaminha para o Ministério da Saúde.

    De acordo com o último boletim expedido nesta quarta-feira (27) pela Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul, quase metade dos municípios do estado estão com alta incidência da dengue.

    Matéria continua após a publicidade

    Na última semana, eram 29 cidades, agora são 36, totalizando 45 dos municípios do estado. Apenas duas cidades não registraram nenhum caso de dengue, em 2019: Jateí, na divisa com o estado do Paraná, e Japorã, na fronteira com o Paraguai.

    Ainda de acordo com o boletim, o pico da doença, até agora, foi registrado na sétima semana do ano, que foi no início de fevereiro. Desde então, o número de casos de dengue vem aumentando, porém, em proporção menor.

    Dê sua opinião, comente esta matéria!

    ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

    Já leu?

    Leia nossos Artigos