A manicure Julia Nantes de Oliveira, de 40 anos, morreu após duas paradas cardiorrespiratórias e a suspeita é que ela estava com a gripe H1N1. / Imagem: Facebook

A manicure Julia Nantes de Oliveira, de 40 anos, morreu após duas paradas cardiorrespiratórias e a suspeita é que ela estava com a gripe H1N1.

Entre internação e consultas, ela ficou cerca de uma semana internada em postos de saúde e hospitais de Campo Grande. A confirmação do óbito ocorreu por volta das 19h dessa segunda-feira (17), conforme a mãe da vítima, a aposentada Eleonora Sorrilha Nantes, de 72 anos.

Matéria continua após a publicidade

Neste período, a mãe conta que a filha começou a reclamar de falta de ar. “Era só nos duas em casa e eu fiquei peregrinando com ela em posto de saúde, dava a medicação e liberava. Até que eu pedi pelo amor de Deus para fazerem a internação. Minha filha foi só piorando até que não conseguia nem mais andar e eu não tinha mais forças para carregar. Antes me chamava e depois, ela piorou, foi sedada, entubada e penso que, a partir daí, não sentia mais dor”, comentou a aposentada.

Ainda conforme Eleonora, até o momento ela não conseguiu retornar para casa. “Estou com a minha sobrinha, não consigo voltar lá. Tudo lembra a minha filha, era uma mulher bonita e ficou toda inchada. É muito triste ver uma mulher querida e cheia de vida ir embora assim. Deus me deu e agora levou ela, mas, ele sabe de todas as coisas”, lamentou.

A aposentada comenta que já recebeu o atestado de óbito e lá consta a informação da Influenza. “Estão fazendo a autópsia, só que a médica falou da H1N1 e também está no atestado. Me disseram até para queimar as roupas dela, por conta do vírus, só que não consigo fazer isso de jeito nenhum. Tenho um outro filho, que mora na Inglaterra e ele virá em breve”, comentou.

Matéria continua após a publicidade

O velório da Júlia está previsto para às 15h, na Pax São João Batista, localizada na rua 13 de maio, n° 3.986.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos