Perder celular, dentro de um cotidiano agitado, é uma situação muito fácil de ocorrer. A dor da perda, muitas vezes, não reside somente na perda do aparelho, mas sobretudo na perda dos dados que o móvel possuía: o número do celular e seus respectivos contatos, e os dados do cartão de memória: fotografias, mensagens, e documentos diversos.

Em muitos casos de perda de aparelho móvel, o dono do aparelho fica sujeito a uma situação perigosa: a publicização de seus dados.

Matéria continua após a publicidade

Ontem (24), a internauta Elodia Cortez expôs sua situação em uma publicação na rede social Facebook. Segundo o relato, ela perdeu o celular, um Motorola Plus G6 nas imediações da Rua Porto Carrero, quase esquina com a Rua Major Gama. Segundo Elodia, o celular já estava desligado, o que sinaliza que alguém o encontrou e desligou o aparelho.

Internauta fez relato na Rede Social Facebook.

Passos para proteger mais seu celular

Anote os dados do seu aparelho. Em caso de roubo ou perda, você precisa ter algumas informações para conseguir bloquear o aparelho e registrar no boletim de ocorrências. Por isso, assim que possível, deixe anotado e guardado em casa as características do celular, como cor, modelo e nome da fabricante.

Matéria continua após a publicidade

Em seguida, procure e anote o número IMEI (Identificação Internacional de Equipamento Móvel, em tradução livre). Trata-se de um código que funciona como uma espécie de RG. Com ele, você consegue desativar o celular para uso. Para saber qual é o IMEI, digite *#06# no telefone.

Faça uso de recursos remotos

Recursos remotos ainda são desconhecidos por boa parte dos usuários. Porém, eles são muito úteis na hora de encontrar um smartphone perdido. Para quem possui iPhone, a Apple colocou em seu aparelho, desde a versão 3.0 do iOS, o recurso “Buscar Meu iPhone”. Por meio dele é possível que o dono saiba onde o seu aparelho está caso o tenha perdido, esquecido em algum lugar ou tenha sido roubado e quer saber exatamente onde encontrá-lo.

O interessante é que o aplicativo da Apple vai além de mostrar ao usuário onde o seu aparelho está. Você pode escolher travar imediatamente o seu dispositivo e enviar uma mensagem com um telefone para contato para que a pessoa que está em posse do seu iPhone possa realizar o contato com você a fim de devolvê-lo. Existe também a função “Apagar iPhone”, que apaga todos os dados do aparelho. Para você realizar a ativação, basta acessar a página do iCloud e ir no menu “Configurações”. O recurso é disponibilizado para todos os aparelhos da Apple, desde iPods e iPads, a Macs.

Se você é usuário Android e quer ter um sistema similar ao da Apple, conforme explicado acima, saiba que os aparelhos possuem suporte a um mecanismo de consulta por meio de sua própria conta Google. Este serviço denominado de Gerenciador de Dispositivo Android é capaz de revelar a localização de seu aparelho dentro de um mapa, além de apagar os dados existentes no smartphone e possibilitar o bloqueio do aparelho remotamente. Para isto, basta acessar o aplicativo Configurações do Google e ir para a opção Gerenciador de Dispositivo Android para ativar as opções.

Vale lembrar que se você costuma desabilitar o serviço de GPS do seu aparelho com a finalidade de poupar bateria ou de não ser encontrado por alguém, você não poderá descobrir onde seu smartphone está caso o acabe perdendo.

Quem possui aparelhos equipados com Windows Phone conseguem resolver ou minimizar o problema da perda através da ferramenta Localizar Meu Telefone. A fácil configuração é um ponto forte do sistema, que se configura automaticamente assim que você o acessa por meio de uma conta Microsoft.

Faça Backup

Fazer backup de seus arquivos é uma ótima ferramenta não somente para garantir a segurança de suas informações e arquivos caso você tenha um problema técnico com seu dispositivo , mas também para se livrar de problemas maiores caso você seja roubado ou perca o seu aparelho.

O Google fornece em seus aparelhos Android a proteção de todos os dados contidos nos aplicativos, assim como senhas de rede Wi-Fi, preferências do celular e outras informações. Para ativar essa proteção, basta ir até a seção Backup e Restauração em Configurações. Desse modo, tudo ficará guardado na nuvem caso você precise recuperá-los posteriormente. Similarmente, a Apple oferece opções de backup para seus usuários. Na seção Armazenamento e Backup, nas configurações da página do iCloud.

Fotos, músicas e vídeos, por exemplo, são arquivos que não devem ser esquecidos e protegidos contra pessoas mal-intencionadas. Por isso, o ideal é realizar o backup de todos esses conteúdos de mídia em aplicativos como o iCloud, Dropbox, OneDrive e Flickr.

Criptografe seus dados

Todas as dicas que falamos até agora já garantem uma ótima segurança de seus dados e informações em seu smartphone ou outros dispositivos. Mas talvez nenhuma delas seja tão eficiente e protegerá seu aparelho da ousadia de outras pessoas quanto a criptografia de dados. Criptografar dados garante um nível adicional de segurança, inibindo até mesmo hackers de terem acesso às suas informações. Caso você tenha conteúdo de grande importância em seu dispositivo é recomendável utilizar essa dica a partir de agora.

Isso é possível de ser realizado quando você configura um código para o dispositivo nos aparelhos iOS. Para fazer este procedimento é preciso acessar Ajustes > Touch ID e Código (no iPhone 5S) ou Ajustes > Código (outros modelos) e tocar em “Ativar Código”.

No BlackBerry existe um recurso disponível parecido com o da Apple. Neste caso, basta acessar a seção Configurações, depois Segurança e a seguir Encriptação. Aparelhos com Windows Phone também fornecem essa ferramenta. O Windows Phone 8 automaticamente executa a encriptação dos dados que estão contidos no cartão de memória do aparelho por meio do Encryption, evitando que os dados contidos nele possam ser lidos sem que você permita.

Entre as desvantagens da encriptação dos dados está o fato de que algumas operações do seu smartphone ficarem mais lentas, visto que todas as informações precisam ser decodificadas antes de serem acessadas.

Configure seus aplicativos

Os próprios aplicativos possuem algumas formas de evitar que qualquer pessoa possa postar conteúdo ou ter acesso a informações sem seu consentimento. O Facebook, um dos apps mais utilizados nos smartphones, disponibiliza a opção “Onde Você está Conectado”, que pode ser acessado na seção Segurança dentro da página Configurações.

Por meio desse recurso é possível que você visualize quem está conectado em sua conta e, caso deseje, desconectá-las.

Os emails também podem ficar salvos caso você utilize o Gmail, por exemplo. Localizado no canto inferior direito da caixa de entrada, o link “Detalhes” também permite visualizar quem esteve conectado em sua conta e realizar o cancelamento de qualquer atividade suspeita.

Vários outros aplicativos também possuem esse mesmo tipo de função, que pode ajudar você a descobrir quem está acessando suas contas e aplicativos indevidamente.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos