Paris - Logo depois de conseguir o transplante duplo de pulmão que necessitava, uma paciente francesa morreu de câncer. Os pulmões que havia recebido eram de uma fumante - e segundo os laudos, desde criança essa paciente estava sendo tratada de fibrose cística. 

Assim que suas capacidades respiratórias se deterioraram a ponto de utilizar aparelhos - uma das características dessa enfermidade - os médicos determinaram em novembro de 2015 que realizariam um transplante de pulmão.

Matéria continua após a publicidade

Segundo o estudo - que foi realizado por médicos oncologistas do Hospital Universitário de Montpellier:

Os pulmões transplantados pertenciam a uma mulher de 57 anos que havia fumando uma mas de cigarros diariamente durante 30 anos.

O estudo também revela que os testes que foram realizados no momento da morte cerebral da doadora e naquele momento não revelaram nenhum tipo de anomalias. No mês de Junho de 2017 a paciente foi internada na unidade de oncologia torácica do hospital mencionado. Dois meses depois, a paciente morreu por conta de um câncer de pulmão sem qualquer chance de cura ou terapia.

Matéria continua após a publicidade

Os sintomas correspondiam ao câncer provocado por tabagismo. Os autores do trabalho disseram que:

"O breve período entre o transplante de pulmão e a aparição da primeira anomalia radiologia sugere que a carcinogênese começou durante a vida da doadora".

De acordo com os estudos, o câncer desenvolveu-se rapidamente por conta dos tratamentos imunossupressores que a paciente recebeu para evitar a rejeição dos seus novos pulmões.

Segundo as recomendações do médico Jean-Louis Pujol do Centro Parisiense de Combate ao Câncer: 

Tendo em conta o tempo de latência relativamente grande do câncer de pulmão, sugerimos que os transplantes de doadores fumantes ( ou que deixaram de fumar recentemente ) sejam tratados com cautela.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos