Deputado Federal (PSL) Loester Trutis / Imagem: Reprodução / Rede Social

O clima continua tenso dentro do PSL e o deputado Loester Trutis emitiu nota oficial, nesta terça-feira (3), criticando os filhos do presidente Jair Bolsonaro, em especial o senador Flávio Bolsonaro. Ele avisou que não disputa a reeleição em 2022.

Parece que as dores de cabeça do parlamentar estão apenas no início. Ele, que não ficou ao lado “bolsonarista” do PSL, vem sendo atacado por diversos grupos e chamado de traidor por eleitores e partidários.

Matéria continua após a publicidade

Além disso, a nota se deu após a divulgação de uma foto em que Trutis aparece em reunião do Conselho de Ética, com pesselistas, que estavam arbitrando punições aos rivais que irão para o futuro Aliança. Dentre os punidos está o deputado Eduardo Bolsonaro, que foi suspenso por 12 meses.

Trutis justificou que estava na reunião como observador e que não tinha direito a voto.

Ainda na publicação, o parlamentar diz que o ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta, de Mato Grosso do Sul, tem um “trabalho pífio” e disse que o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro, cotado ao Aliança, é tão investigado quando Luciano Bivar, presidente do PSL. Isso deu a entender que na nova sigla as coisas não serão tão diferentes.

Matéria continua após a publicidade

Veja na íntegra:

O Deputado Felipe Barros mentiu.
Eu, Loester Trutis, não sou do Conselho de Ética do PSL. Logo, não tenho direito a voto. Eu estava na reunião como observador, assim como o próprio Felipe Barros.
Felipe era o deputado com maior número de assessores CNEs (aspones e fantasmas), todos cortados agora, por isso a ira.
Já disse e reafirmo: Bolsonaro é o melhor presidente eleito pelo voto direto da História, mas comete erros terríveis por causa dos filhos e amigos da velha política.
Minha crítica oficialmente é ao Flávio Bolsonaro, por se valer do foro privilegiado pra fugir da investigação, não assinar Lava Toga, e ser contra a segunda instância. Flávio Bolsonaro será da Executiva Nacional do Aliança! Marcelo Álvaro é investigado da mesma forma que Bivar, por que ele irá pro Aliança e ainda está no Governo? O deputado Bibo Nunes sugeriu que no estatuto do Aliança exista cláusula renunciando ao fundo eleitoral, por que foi rejeitado?
Por que Mandetta tem um trabalho pífio, e com seu histórico tem esse prestígio? Por que foi escolhido Fernando Bezerra como líder do governo? Antes de você me ameaçar, já adianto que não vou disputar a reeleição. Logo, sou livre.
Sigo votando 100% com o plano de governo Bolsonaro.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos