Ação conjunta entre o SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil e a Delegacia da Mulher culminou na prisão de um homem identificado apenas como L.A.P., pelo estupro da enteada de 11 anos, na cidade de Paranaíba, a 407 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o delegado Reges de Almeida, da 1ª Delegacia de Polícia, o suspeito convidou a mãe da vítima, que residia no Estado do Piauí, para vir morar em sua companhia. A mulher e a filha se mudaram para Mato Grosso do Sul, e o homem passou a aliciar a menor.

Matéria continua após a publicidade

Investigações apontam que ele esperava a mulher dormir para poder estuprar a criança. Diante dos fatos, ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado à delegacia.

O delegado alerta aos pais que mantenham atenção a qualquer mudança de comportamento dos seus filhos, pois esse é um dos primeiros indicativos de que a criança tem algum trauma.

Matéria continua após a publicidade

“Outros sinais devem ser observados em conjunto, como proximidade excessiva com pessoas que não possuía, feridas ou vermelhidão nas partes íntimas, retração, e mudanças de hábito em geral”.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos