O mês de novembro começou com muitos temporais no Centro-Oeste do Brasil. A grande disponibilidade de ar quente e úmido e a circulação dos ventos em diverso níveis da atmosfera estimularam a formação de um grande número de nuvens bastante carregadas que provocaram, chuva forte e volumosa, granizo e intensas rajadas de vento, até acima dos 80 km/h.

Instabilidade que vieram do Paraguai aumentaram o risco de temporais em Mato Grosso do Sul.

Matéria continua após a publicidade

Confira alguns volumes de chuva muito elevados e rajadas de vento intensas que ocorreram no Sudeste e no Centro-Oeste do Brasil em 1/11/2018 pelas observações do Instituto Nacional de Meteorologia, do Cemaden - Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais - e da Aeronáutica.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos