A segunda escola a desfiar foi a  Mocidade Independente da Nova Corumbá que trouxe este ano os mistérios do povo cigano. 

Com muitas cores fortes, sensualidade e um belo carteado distribuido nos naipes caracterizados nas vestes da agremiação e nas alegorias, a Mocidade fez um desfile esplendoroso que animou o público cantando em coro o samba-enredo " Caravana da Alegria chegou!". Neste ano a ala especial, anterior à ultima alegoria da agremiação, não fois apresentada, dando lugar à Musa LGBT Lívia, com a fantasia “Cigana do Oriente”, introduzindo a temática da última alegoria da escola.

Matéria continua após a publicidade

Com o tema "“Optchá, sob um céu de estrelas a sorte da Mocidade", a escola desceu com cerca de 850 componentes divididos em 12 alas e 04 carros alegóricos. A comissão de frente, sob responsabilidade do mestre-sala Edelton Mendes foi acompanhada pela porta-bandeira Walessa. O mestre de bateria Diego Rojas que contou com 120 ritmistas trajados em vermelho, negro e muito dourado, além da voz potente do cantor Edu Chagas, intérprete carioca que puxou o samba-enredo no desfile..

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos