As obras de construção do novo Pronto Socorro Municipal, na esquina das ruas 7 de Setembro e América estão seguindo o cronograma, apesar dos problemas encontrados no terreno, onde existem muitas rochas e havia até um cabo de alta tensão subterrâneo.

“Na parte de fundação nós vamos ter que contratar uma empresa especializada para fazer as detonações”, explicou o engenheiro Lucas Eduardo Kerber, responsável pelo canteiro de obras.

Matéria continua após a publicidade

Essa questão de escavação e detonação é na parte de trás da obra onde vai ficar a enfermaria com 30 leitos.

Já a parte da frente, onde funcionarão o Pronto Socorro e, ao lado a nova recepção do hospital, já recebeu até laje e nos próximos dias deve ter início a fase de acabamento. A previsão de conclusão é para o final do primeiro semestre de 2020 e o prazo deve ser cumprido.

Na manhã desta quinta feira, 25/07, o prefeito Marcelo Iunes vistoriou a obra, como vem fazendo periodicamente. Ele estava acompanhado pelo deputado estadual Evander Vendramini, que garantiu que vai buscar verbas para diminuir o custo operacional do PS.

Matéria continua após a publicidade

“Nós estamos cobrando da Sudeco (Superintendência de Desenvolvimento do Centro Oeste), para que determine ações no sentido de instalar placas solares no complexo. Isso vai diminuir em muito o custo com energia e vai facilitar sua operacionalidade”, afirmou Evander.

Para o prefeito Marcelo Iunes, a parceria com o Governo do Estado está sendo fundamental para a execução da obra que vai ser de suma importância para melhorar o pronto atendimento não só à população corumbaense, mas também à de Ladário e das cidades bolivianas de fronteira que se beneficiam da saúde local. “Um pronto socorro amplo, moderno, uma nova entrada, dando mais conforto aos nossos pacientes”, salientou o prefeito ao lembrar que este, além de um sonho antigo da população era uma necessidade de uma cidade que se desenvolve a passos largos como Corumbá e estava estagnada em avanços no setor da saúde.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos