Todos foram encaminhados até a delegacia de polícia para providências / Imagem: Divulgação/6º Batalhão PM de Corumbá

Corumbá (MS) –  Na sexta-feira (15), por volta das 16 horas a equipe de Força Tática realizava atendimento a ocorrência de furto, quando no momento da entrevista pessoal ao autor, esse informou aos policiais que sua residência era um ponto de venda de drogas (boca de fumo) e que a responsável pela comercialização era sua irmã de criação, na rua Minas Gerais.

A equipe após terminar registro da ocorrência de furto,se deslocou até o local, onde em contato com a irmã do autor (21), informou tal denúncia, e pediu esclarecimentos, tendo como resposta a afirmativa de que não devia nada e que os policiais poderiam entrar no imóvel para verificar.

Matéria continua após a publicidade

Diante da denúncia policiais entraram no imóvel iniciando uma busca minuciosa por todos os cômodos, onde foram encontrados um tablete de maconha e um tablete de pasta base de cocaína, bicarbonato de sódio, além de uma grande quantidade de dinheiro em notas diversas e em moedas.

Foi dada voz de prisão para a mulher de 38 anos, sendo solicitado o apoio de uma policial feminina para uma revista mais detalhada. Com a autora havia uma bolsa em que o seu interior foram encontrados, trouxinhas de maconha, papelotes de pasta base, trouxinhas de cocaína e mais uma quantia de dinheiro em notas trocadas.

Ainda segundo informações da PM, em busca pelo interior da residência, foram encontrados alguns objetos que não condizem com o poder aquisitivo da autora, por exemplo uma máquina de LED 1200 lumines-predial, uma TV 50” LG-Smart, 6 aparelhos celulares, 4 relógios, documentos pessoais, cartões de créditos, cartões de benefício, e ainda diversas bolsas femininas.

Matéria continua após a publicidade

Durante as buscas também foi encontrado um caderno contendo anotações de entrada e saída de dinheiro, possivelmente utilizado na contabilidade do tráfico de drogas. Diante do flagrante, a autora, as drogas apreendidas e os objetos encontrados na residência, foram todos encaminhados até a delegacia de polícia para providências que o caso requer.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos