No dia de ontem (28/11), a Pm recebeu uma denúncia de furto em um supermercado atacadista em Corumbá, onde segundo informações haviam imagens do monitoramento interno que flagraram toda a ação.

Conforme informações, no sistema de segurança (monitoramento de câmeras) foi flagrado um homem e uma mulher empurrando um carrinho de bebê com uma criança dentro, subtraindo mercadorias do supermercado, e colocando no carrinho.

Matéria continua após a publicidade

Após a subtração, estavam saindo, ambos, pela entrada (burlando os caixas), momento em que foram abordados pelos vigilantes, porém o homem fugiu, abandonando a mulher e a criança. No carrinho foi verificado que havia sido furtado algumas peças de carne, café, muçarela, 1 par de chinelo, creme de cabelo, linguiça toscana e linguiça calabresa, o que totalizava o valor aproximado de R$ 300,00.

Na entrevista a mulher relatou que o comparsa que fugiu é seu padrasto e que esta não era a primeira vez que furtara o mercado, e que alguns dos produtos furtados em dias anteriores estavam na sua casa, local para onde o suspeito teria fugido.

A guarnição deslocou até o endereço, onde com a entrada autorizada pela autora (29) e sua mãe, foram encontrados 6 peças de carne no valor aproximado de R$ 273,00 no congelador da geladeira. O acusado não foi localizado na casa, porém no deslocamento para a delegacia a autora avistou o indivíduo (27) na rua e avisou a guarnição.

Matéria continua após a publicidade

O autor foi abordado e durante entrevista confessou o delito, sendo encaminhado posteriormente até a delegacia de polícia para providências, juntamente com a autora e os produtos recuperados.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos