Um homem foi preso, nesta quinta-feira (19), o mesmo teria roubado uma carreta no estado de São Paulo e iria passar a carreta para a Bolívia para ser vendida. Diante de uma denúncia a guarnição de Força Tática deslocou até BR-262 para realizar a abordagem assim que avistassem a carreta referida, que assim realizaram a abordagem no Lampião Acesso por volta das 10h30.

O autor de 37 anos, demonstrou nervosismo ao ser perguntado sobre o proprietário do veículo o qual constava no documento do veículo, relatando apenas que havia sido contratado para a realização de frete de uma carga de cimento que sairia da cidade de Corumbá com destino a São Paulo.

Matéria continua após a publicidade

Durante entrevista policial, conforme era questionado sobre detalhes do suposto frete, o autor não soube responder a diversas perguntas, causando assim desconfiança na equipe policial sobre o fato.

Somente após ser confrontado com a historia que havia contado é que o autor confessou que não faria nenhum frete de Corumbá a São Paulo, afirmando que havia sido contratado por uma pessoa para trazer a carreta até a cidade de Corumbá e que ao chegar na cidade era para ele entrar em contato com o mesmo, pois receberia uma mensagem dizendo o endereço que era para deixar a carreta roubada, e que somente ao chegar na cidade de origem que receberia a quantia de R$2.500 (dois mil e quinhentos reais), autor confessou também já ter recebido uma quantia de R$700,00 (Setecentos reais) para trazer a carreta para Corumbá.

Após checagem foi constatado que o veículo era de fato produto de roubo registrado na delegacia da cidade do Rio Grande do Sul e que o proprietário do veículo estava desaparecido, o autor relatou desconhecer, e que somente foi contratado para atravessar a carreta para a Bolívia.

Matéria continua após a publicidade

O autor foi conduzido para Primeira Delegacia de Polícia Civil para prestar depoimento e providências que o caso requer.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos