A Polícia Militar Ambiental (PMA) apreendeu três redes de pesca, medindo 200 metros , armadas no rio Paraguai e no Canal do Tamengo, durante fiscalização nesta terça-feira (11). A ação ocorre durante a operação Piracema, que está fiscalizando cardumes e com postos fixos instalados nas principais cachoeiras e corredeiras de rios do estado, onde os peixes são mais vulneráveis à pesca predatória.

Conforme a PMA, este tipo de fiscalização é fundamental, pois, a retirada desta quantidade de redes ilegais dos rios impede a degradação dos cardumes, tendo em vista o alto poder de captura deste tipo de petrecho, especialmente neste período.

Matéria continua após a publicidade

A investigação ainda relata a dificuldade em identificar e prender os autores, já que estes demoram pouco tempo para armar as redes e capturar os peixes, algo feito geralmente durante à noite.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos