Uma estudante brasileira de medicina, de 21 anos, procurou a delegacia de polícia em Pedro Juan Caballero, na fronteira para denunciar o ex-namorado, que é médico e professor dela na universidade, por agressão.

A jovem contou que no último domingo foi espancada pelo médico que não aceitava o fim do namoro. Ela contou que foi arrastada pelas ruas da cidade e espancada com socos e chutes pelo professor e ex.

Matéria continua após a publicidade

Ele ainda teria feito ameaças de morte a estudante, que foi até a polícia para pedir proteção já que está com medo de voltar a frequentar as aulas da universidade, onde cursa o quinto ano, segundo o site Ponta Porã Informa.

A vítima ficou com vários hematomas pelo corpo. Não há informações se o médico foi encontrado e levado para a delegacia para os esclarecimentos do fato.

Matéria continua após a publicidade

Você pode gostar também

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos