Por volta das 06h50 da última segunda-feira (13), a PM se deslocou até a rua José Maciel de Barros no bairro Guanã Um, para averiguar solicitação de ocorrência de violência doméstica.

No local o autor (64) estava sendo imobilizado pelo filho de 28 anos. Conforme o filho, disse que os seus pais estão separados cerca de um ano, porém o genitor que mora ao lado, não aceita a separação, e que no domingo (12), começou a bater na porta da residência de sua mãe (49) que ao abrir a porta foi surpreendida com um golpe de faca desferido pelo autor. A mulher se esquivou, mas foi ferida de raspão no braço direto próximo a axila.

Matéria continua após a publicidade

Durante o atendimento da ocorrência se apresentou a equipe o outro filho de 15 anos, relatando que ao defender a mãe, foi agredido pelo genitor com uma mordida no braço esquerdo, vindo a causar um ferimento. A vitima apresentou a ordem judicial medida protetiva em desfavor do autor, sendo constado ainda pela guarnição de serviço que ao autor, estava em visível em estado de embriaguez.

O autor foi conduzido primeiramente a UPA, pois apresentava sangramento no nariz, que segundo o mesmo foi oriundo de um queda durante o tumulto e posteriormente foi entregue na DAM, para confecção do boletim de ocorrência, para providencias.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos