Um militar do Exército Brasileiro, de 26 anos, bateu na traseira de um triciclo conduzido por uma mulher de 53 anos que foi arremessada contra o capô e o para-brisa do veículo no bairro Vila Piloto, em Três Lagoas, na manhã do último sábado (6). A vítima foi levada para o hospital e foi constatada morte cerebral.

O motorista prestou socorro à vítima, mas por causa da aglomeração de populares que tentaram lincha-lo, impedindo ele de se aproximar da vítima e, por isso, não conseguiu ver a gravidade dos ferimentos da vítima.

Matéria continua após a publicidade

De acordo com o registro policial, a multidão no local começou a golpear de capacete contra o veículo do militar, o que danificou o vidro lateral traseiro esquerdo e a porta dianteira do mesmo lado com um chute.

A mulher foi encaminhada para o Hospital Auxiliadora por uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), onde permaneceu em observação.

Por ser um militar, foi acionado o oficial de dia da Terceira Bateria de Artilharia Antiaérea. O 1º tenente EB Schwantz foi ao 2º Batalhão de Policia Militar para acompanhar a ocorrência. O motorista passou pelo teste do bafômetro que não acusou consumo de bebida alcoólica.

Matéria continua após a publicidade

Após o exame, a PM encaminhou o rapaz à Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac). O caso foi registrado como homicídio culposo (quando não há intenção de matar) na direção de veículo automotor.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos