O MP-MS (Ministério Público Estadual) pediu à Justiça que o prefeito de Ribas do Rio Pardo, Paulo Cesar Lima Silveira, o Tucura (MDB), seja afastado das funções. O motivo seria contratação de prestação de serviços para o município sem vínculo com a prefeitura.

O pedido para o afastamento foi feito pelo PFG (Procurador-Geral de Justiça), Paulo Cezar dos Passos, à Seção Especial Criminal do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), e será analisado.

Matéria continua após a publicidade

Segundo o MP, a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) foi burlada com a ação do prefeito. “No que tange ao limite de percentual estabelecido para despesa com pessoal”.

A investigação foi baseada, entre outras coisas, em Relatório de Inspeção do TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado), que apontou irregularidades. O pedido de afastamento será analisado pelo desembargador Luiz Cláudio Bonassini da Silva.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos