Na eleição de 2016, Ilda foi denunciada por trocar voto por dinheiro / Imagem: Fatima informa

Ela já foi denunciada por supostamente trocar voto por dinheiro - onde foi gravada retirando a suposta propina do sutiã -, improbidade administrativa por suposto direcionamento de licitação, ação civil por desobedecer a acordo judicial para pagamento de precatório. Agora, Ilda Salgado Machado (PSD), prefeita da cidade de Fátima do Sul, vai responder inquérito por suspeita de usar o site oficial do município para autopromoção.

O novo inquérito aparece na publicação do Diário Oficial do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, edição desta segunda-feira, 20.

Matéria continua após a publicidade

De acordo com o publicado, a investigação acerca do uso do site da prefeitura foi aberta a pedido da Ouvidoria do MPE. O caso será conduzido pelo promotor de Justiça Romão Milhan Júnior.

“Apurar eventual prática de improbidade administrativa, tendo em vista a utilização de sítio oficial do município de Fátima do Sul para promoção pessoal do gestor atual, o que viola os princípios administrativos da impessoalidade e moralidade”, diz o promotor.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos