A presença de uma equipe guarda-vidas na prainha do Porto Geral volta ser reforçada na Câmara Municipal de Corumbá, para garantir maior segurança das pessoas que frequentam aquele local, principalmente nesta época de forte calor na cidade. Nesta semana, o Corpo de Bombeiros, em reportagem para este Correio, alertou que a “Prainha do Porto Geral não é local apropriado para banhistas” pela falta de segurança da região.

O assunto foi amplamente discutido na sessão de ontem, segunda-feira, 12, um dia após a quarta morte por afogamento na região do Porto Geral, no Rio Paraguai, ocorrida no último domingo, 11.

Matéria continua após a publicidade

Três vereadores, Yussef Salla (em regime de urgência especial), Manoel Rodrigues e Domingos Albaneze Neto, entraram com requerimentos, solicitando ao comandante do 3º Grupamento de Bombeiros Militar, tenente-coronel André Delai Rufato, o destacamento de uma equipe para dar maior segurança aos banhistas.

Os vereadores lembram que, devido ao forte calor, há uma grande concentração de pessoas que buscam a prainha do Porto Geral para se refrescar, principalmente nos finais de semana e feriados. “A falta de cuidados torna o ambiente perigoso, sendo de suma importância medidas de prevenção a afogamentos dos banhistas, no período de alto verão”, afirmou Manoel, lembrando que já ocorreram quatro mortes por afogamento no ano.

Yussef Salla ressaltou que é preciso destacar uma equipe de guarda-vidas na prainha para evitar problemas como do último domingo. “Várias pessoas vão se banhar, praticar esportes, passear as margens do Rio Paraguai e podem vir a sofrer algum tipo de acidente, como afogamento. É preciso garantir uma estrutura para dar maior segurança à população”, argumentou.

Matéria continua após a publicidade

Ele lembrou que, no ano passado, entrou com um requerimento solicitando a disponibilização do mesmo serviço. “Estamos reforçando um pedido que fizemos no ano passado. Todos nós sabemos que nesse período de calor intenso, o número de banhistas na prainha aumenta gradativamente”, completou.

Domingos também se mostrou preocupado com a situação atual, alertando sobre a necessidade de se ter uma equipe do Corpo de Bombeiros na região para evitar acidentes como do último domingo, “que causou a morte de um rapaz”, citou, acentuando que, em períodos de calor, o movimento na prainha é intenso.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos