A Semana do Consumidor, organizada pela Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), ligada à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), acontece a partir desta segunda-feira (12.3) na rua 13 de Junho, 930, Centro de Campo Grande, das 8h às 16h, e termina na sexta-feira (16.3) com serviços envolvendo parceiros como Banco do Brasil (BB), Caixa Econômica Federal (CEF), Energisa e Águas Guariroba. A operação denominada ‘Resolva Já’ tem o objetivo de resgatar crédito de consumidores superendividados.

O diferencial da ação, conforme explica o titular do Procon Estadual, Marcelo Salomão, são as propostas diferenciadas, juntamente com o atendimento personalizado. O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS) também participa da operação e todos os acordos resultantes da ação já serão homologados no mesmo momento pelo juiz. “Isso dá força ao consumidor, além de dar maior guarita à conciliação realizada. No fim quem sai ganhando é o consumidor”, reforça.

Matéria continua após a publicidade

Dia do consumidor

O Dia Mundial dos Direitos do Consumidor foi comemorado, pela primeira vez, em 15 de março de 1983. Essa data foi escolhida em razão do famoso discurso feito, em 15 de março de 1962, pelo então presidente dos EUA, John Kennedy. No Brasil, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) foi instituído em 11 de setembro de 1990, com a Lei nº 8.078, mas entrou em vigor apenas em 11 de março de 1991.

Corumbá

Matéria continua após a publicidade

De acordo  com  o Diretor-Executivo Alexandre Taques Vasconcelos, da Agência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor em Corumbá, a partir do próximo dia 15 de março será realizado o Mutirão Limpa Nome a partir das 09:00. Os interessados deverão se dirigir até a agência.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos