Advogado boliviano, Claudio Américo Caiguara Romero, procurado há quatro meses pelo estupro de adolescente de 13 anos foi preso em restaurante de Corumbá. A prisão aconteceu ontem, em ação policial com troca de tiros com segurança do foragido.

Segundo o jornal boliviano El Deber, Claudio Caiguara ainda tentou escapar de carro. Após ser preso, ele foi levado para a cidade boliviana de Puerto Quijarro.

Matéria continua após a publicidade

O advogado estava sendo investigado pela Unidade de Vítimas Especiais (UVE) da Bolívia desde julho de 2018. Ele prestava serviço como inspetor em uma instituição de abrigo a menores órfãos há seis anos. A adolescente disse que era estuprada por ele há dois anos.

A primeira vez, segundo relato da menina, aconteceu depois que ela, a irmã e uma amiga foram levadas ao cinema por ele. Depois, foi levada até a casa dele e estuprada.

Matéria continua após a publicidade

O mandado de prisão havia sido dado no dia 16 de abril, depois que ele faltou a audiência cautelar que apurava a denúncia.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos