O movimento de manifestação nacional que ocorrerá nesta quarta-feira (15) contra os cortes de 30% do orçamento pelo Ministério da Educação em relação às verbas da Educacao Básica e do Ensino Superior, ganharam adesão de aproximadamente 95% dos servidores municipais da Educação de Ladário e Corumbá.

Conforme o Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação (SIMTED) de Corumbá, os profissionais estarão presentes nas atividades de manifesto que serão desenvolvidas a partir das 8h00 da manhã na Cidade Branca.

Matéria continua após a publicidade

Deste modo, as atividades escolares em praticamente todas as instituições municipais estarão suspensas nesta quarta-feira.

Além dos funcionários municipais, servidores federais do Campus Pantanal da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) e também do Instituto Federal do Mato Grosso do Sul (IFMS) estarão presentes em todas as atividades.

Acadêmicos de diferentes cursos aderem em peso o movimento, que pretende, além de manifestar indignação contra o desmonte da educação brasileira, conscientizar a população em geral sobre a importância do ensino e da pesquisa no Brasil.

Matéria continua após a publicidade

Programação do dia 15/05

Manhã: 8h, na Rua Frei Mariano com a Rua Colombo, Centro. Passeata unificada da educação até o Jardim da Independência.

Tarde: 13h, exposição de trabalhos científicos de alunos do IFMS, organizada pelo Grêmio Estudantil. A exposição será no Campus do IFMS localizado na Rua Pedro de Medeiros, Popular Velha.

16h, manifestação em frente da Unidade 01 do Campus Pantanal (UFMS). Carro de som e panfletagem com estudantes, técnicos e docentes.

Noite: 19h, na Rua Poconé, Universitário, em frente da Unidade 2 (UFMS), aula pública com carro de som.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos