A criação de um programa de recuperação fiscal para quitação de débitos junto ao Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul está sendo sugerida pelo vereador corumbaense Cristóvão Contador, para atender aquelas pessoas que estão em situação irregular junto ao órgão.

A sugestão foi dirigida ao governador Reinaldo Azambuja e Cristóvão pediu também a intervenção do prefeito Marcelo Iunes, para fortalecer o pedido. “Muitas pessoas querem regularizar seus débitos, mas não reúnem condições financeiras para isso. Um programa como este, vai facilitar a quitação”, explicou.

Matéria continua após a publicidade

Ao mesmo tempo, Cristóvão está solicitando ao diretor-presidente do Detran, Roberto Hashioka Soler, a possibilidade de a população pagar seus débitos junto ao órgão, utilizando o cartão de crédito tanto na agência do Banco do Brasil como em outras existentes no Estado. Ele explica que o serviço já acontece na Capital e precisa ser interiorizado.

Trânsito

Em outro requerimento, Cristóvão reivindicou ao prefeito Marcelo Iunes e à direção da Agetrat, a instalação de redutor de velocidade na Rua Sete de Setembro, próximo à Rua João B. O. Mota, que dá acesso ao residencial Flamboyant I, II e III. Ele explica que, no trecho, existe um templo religioso e o fluxo de veículos é intenso e que é preciso conter a alta velocidade.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos