Candidatos à Presidência, Senado, Câmara dos Deputados, Governos e Assembleias Legislativas terão a oportunidade de divulgar suas propostas para os próximos quatro anos, e no caso dos postulantes à vaga de senador, oito anos.

Enquanto na disputa pela Presidência da República, até o momento, são 13 candidatos disputando a vaga, em Mato Grosso do Sul, estão em andamento 483 candidaturas. São elas:

Matéria continua após a publicidade

• Governador: 6 candidatos;

• Senador: 13 candidatos;

• Deputado Federal: 123 candidatos;

Matéria continua após a publicidade

• Deputado Estadual: 341 candidatos.

Nesse quadro, quatro coligações e duas chapas únicas seguem no pleito e o tempo definido para apresentação dos candidatos é destinado a esses grupos, que por sua vez divide entre seus postulantes. 

Confira o tempo que será destinado a cada candidato ao governo:

• Renaldo Azambuja (PSDB): aliançado na coligação ‘Avançar com Responsabilidade’ (PP, PTB, DEM, PSD, PSDB), o atual governador de Mato Grosso do Sul possui disponível 3 minutos e 50 segundos de tempo para apresentar as propostas de reeleição;

• Júnior Mochi (MDB): coligado com o PR, DC, PRTB, PHS e PRP na chapa ‘Amor, Trabalho e Fé’, o Movimento Democrático Brasileiro lança Júnior Mochi para disputar o governo de MS com disponibilidade para apresentação de 2 minutos e 6 segundos de propaganda eleitoral gratuita;

• Humberto Amaducci (PT): com chapa única, o Partido dos Trabalhadores garantiu tempo de 1 minuto e 22 segundos para apresentação das propostas de Humberto Amaducci;

• Odilon Azambuja (PDT): o juiz aposentado Odilon de Oliveira, candidato pelo Partido da Democracia Brasileira, fez alianças com o PRB e Podemos formando a chapa ‘Esperança e Mudança’. Nas propagandas eleitorais gratuitas, o postulante terá 56 segundos para divulgar suas propostas;

• Marcelo Bluma (PV): na coligação ‘O Nosso Movimento é por Mudança’ (Rede, PV e PCB), o candidato Marcelo Bluma garantiu 29 segundos para mostrar suas propostas de governo caso seja eleito;

• João Alfredo (PSOL): também em chapa única, o candidato pelo Partido Socialismo e Liberdade João Alfredo terá o menor tempo de propaganda gratuita. Serão apenas 14 segundos para mostrar todo planejamento de governo projetado para MS.

No caso dos candidatos ao Senado, o tempo de propaganda gratuita para cada coligação e chapa única ficou em:

• Avançar com Responsabilidade (PSDB, PP, PTB, DEM, PSD): 2 minutos e 50 segundos;

• Amor, Trabalho e Fé (PR, DC, PRTB, PHS, PRP, MDB): 1 minuto e 31 segundos;
 
• PT: 59 segundos;

• Esperança e Mudança (PDT, PRB, Podemos): 39 segundos;

• O Nosso Movimento é Por Mudança (Rede, PV, PCB): 19 segundos;

• PSC: 14 segundos;

• PSOL: 7 segundos;

• PTC: 5 segundos;

• PSL: 4 segundos;

• PMB: 3 segundos;

• PPL: 3 segundos;

As emissoras de rádio e TV deverão veicular entre 31 de agosto a 4 de outubro as propagandas eleitorais gratuitas da seguinte forma:

Rádio — Nas segundas, quartas e sextas-feiras serão apresentados entre 6h e 6h25 e a tarde entre 11h e 11h25 os candidatos às vagas de senador, governador e deputados estaduais. 

Já nas terças, quintas e sábados serão apresentados entre 6h e 6h25 e no período vespertino entre 11h e 11h25 os candidatos à Presidência da República e Câmara Federal. 

TV — Na televisão, os candidatos ao Governo, Senado e Assembléia Legislativa serão apresentados nas segundas, quartas e sextas entre 12h e 12h25 e a noite entre 19h30 e 19h55.

Já os postulantes à Presidência da República e Câmara Federal serão apresentados nos mesmos horários, porém, nas terças, quintas e sábados. 

EM CASO DE SEGUNDO TURNO

Em caso de segundo turno na disputa pelo Governo ou Presidência da República, as emissoras deverão divulgar as propostas entre 12 e 26 de outubro da seguinte forma:

Rádio — diariamente, de segunda a sábado, entre 6h e 6h20 e no período da tarde entre 11h e 11h20. 

TV — diariamente, de segunda a sábado, entre 12h e 12h20 e a noite entre 19h30 e 19h50.

O primeiro turno das eleições 2018 acontecerão no dia 7 de outubro e o segundo três semanas depois, no dia 28. 

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos