Bolsonaro e Azambuja foram colegas de trabalho (deputados) na Câmara Federal. / Imagem: Arquivo

O Partido Social Liberal (PSL), em Mato Grosso do Sul, oficializou na tarde desta terça-feira (16), apoio a reeleição do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) que, para o presidente regional da sigla, Rodolfo Nogueira, foi o “único candidato que mostrou-se do lado de Bolsonaro desde o primeiro turno”. “Reinaldo nunca se deixou levar por ideologia partidária, sempre falou do nosso candidato e mediante a nossa coligação no primeiro turno, nós vamos continuar com ele”, disse.

Rodolfo ainda rebateu a posição de políticos que decidem pela neutralidade. “Homem tem que ter lado, quem gosta de muro é gato e caco de vidro, nosso lado é estar junto com o governador”, disparou ao dizer que “respeita o direito de escolha de cada um”.

Matéria continua após a publicidade

"Único candidato (Reinaldo( que mostrou-se ao lado de Bolsonaro desde o primeiro turno", disse Rodolfo Nogueira. / Imagem: Joilson Francelino

O presidente do PSL ainda disse que, por ser um partido de direita, é natural não apoiar o candidato do PDT, Odilon de Oliveira, do mesmo partido de Ciro Gomes que, para Rodolfo, “tem uma posição ferrenha contra Bolsonaro”.  “Não temos nenhuma pactuação com partidos de esquerda”, afirmou.

Questionado sobre uma possível declaração de apoio de Bolsonaro a Reinaldo, Rodolfo afirmou que “para bom entendedor, meia palavra basta”. “Ele já agradeceu ao apoio do governador, foram colegas de parlamento”, finalizou ao lembrar-se da declaração em vídeo gravada por Bolsonaro a Reinaldo.

Matéria continua após a publicidade

Na reunião que oficializou o apoio a Reinaldo estavam o governador e candidato a reeleição, Reinaldo Azambuja, o deputado estadual eleito Coronel David, o presidente do PSL, Rodolfo Nogueira além de dirigentes regionais do PSL.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos