A última querta-feira (30) foi marcada por casos de violência doméstica atendidos pelo Corpo de Bombeiros de Corumbá. 

O primeiro caso ocorreu por volta das 20h30. A viatura de resgate do Corpo de Bombeiros foi acionada até a rua Mato Grosso, Bairro Universitário, onde houve um esfaqueamento.

Matéria continua após a publicidade

No local, a guarnição prestou os primeiros socorros à V.G;N 22 anos (homem). O mesmo apresentava uma perfuração no antebraço direito com hemorragia intensa. Após o atendimento emergencial o mesmo foi removido ao Pronto Socorro local. O mesmo relatou que a agressora é sua companheira que não se encontrava mais no local, após uma intensa discussão.

O segundo caso ocorreu por volta das 23h40, na Rua Cabral, entre as ruas Antônio João e Tiradentes, onde houve uma agressão fisica. No local foram prestados os primeiros socorros à C;A.V.A 46 anos (mulher). A mesma apresentava corte lacerante no labios, hematomas  na face, braços , costas e pernas e corte na cabeça na altura da testa. A vítima estava consciente, porém devido as lesoes estava desorientada. 

Após o atendimento emergencial a mesma foi removida ao Pronto Socorro local. Segundo vizinhos que ligaram pedindo socorro a mesma foi agredida por seu esposo que havia evadido do local.

Matéria continua após a publicidade

O terceiro caso ocorreu por volta das s 00h20. na rua 21 de Setembro, quase esquina com a Rua Rio grande do Sul, bairro Popular Nova. No local foram prestados os primeiros socorros à E.C.C 40 anos (homem), o mesmo apresentava um corte na cabeça na altura da nuca e diversos cortes superficiais pelo corpo, sendo nos braços, costas, e tórax. 

O homem estava consciente e orientado. O mesmo relatou que foi agredido a pauladas e facãozadas por dois irmãos de sua companheira. A companheira  A.N 40 anos(mulher) se encontrava na casa de vizinhos e também apresentava hematomas nos braços e na face e relatou ter sido agredido pelo seu companheiro e que apos fugir da casa ligou pra seus irmãos pedindo ajuda. Ambos  foram removidos ao Pronto Socorro municipal.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos