Campo Grande - Um jovem de 22 anos foi preso por tentativa de furto na noite deste sábado (9) ao ser flagrado pela Polícia Militar tentando dar partida em uma motocicleta próximo à Avenida Bom Pastor, no Jardim Vilas Boas, em Campo Grande. Horas depois, já na delegacia, ele conseguiu explicar para a polícia que estava bêbado e apenas tentava ir para casa com a moto errada.

Segudo o site Campo Grande News, o caso aconteceu por volta das 22 horas, no cruzamento entre a Rua Giocondo Orsi e a Avenida Bom Pastor. Policiais militares que faziam rondas pela região resolveram abordar o suspeito após o avistarem tentando dar partida em uma moto e serem avisados por funcionários de um comércio da região que ele já estava ali a vários minutos.

Matéria continua após a publicidade

Ao se aproximarem, perceberam que apesar de estar com capacete, o rapaz não tinha a chave da moto. Para os militares, ele afirmava a todo momento que a motocicleta era sua, mesmo sem ter como provar. Durante a ocorrência, o verdadeiro dono do veículo chegou, apresentou todos os documentos e o suspeito foi preso em flagrante por tentativa de furto.

Na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga o delegado determinou uma fiança de três salários mínimos R$ 2,862, para liberar o suposto ladrão. Segundo o delegado José Roberto de Oliveira Júnior, quando chegou à unidade o suspeito estava visivelmente embriagado e sequer conseguia conversar direito.

No entanto, horas depois, já de madrugada, o preso afirmou aos policiais que estava em uma confraternização e até então não conseguia entender o porque estava na delegacia. Os policiais explicaram a acusação e acabaram descobrindo que na verdade o suspeito estava tão bêbado que havia confundido as motos e tentava ir embora com o veículo errado.

Matéria continua após a publicidade

“A moto dele é uma 125, elas não são nem do mesmo modelo, nem da mesma cor”, reforçou o delegado. Agora o suspeito aguarda na delegacia o pagamento da fiança. A mãe do rapaz já avisou a polícia que estava vindo de uma cidade do interior para poder liberar o filho.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos