Um rapaz de 23 anos foi preso na sexta-feira (6) em flagrante após brigar com a esposa e matar degolado o namorado da sogra. Segundo informações, o rapaz teria fugido logo após o crime, porém, foi localizado por policiais do Grupo de Operações e Investigações (GOI).

Conforme o delegado Rafael Kenji, plantonista que atendeu a ocorrência, o suspeito iniciou uma discussão com a esposa por conta de som alto, por volta das 22h30 (de MS). “Ele brigou e também agrediu a tapas a convivente, sendo que ela chamou a mãe para socorrê-la, queria sair de casa. A mãe dela foi ao local acompanhada do convivente dela”, explicou .

Matéria continua após a publicidade

Ainda conforme o delegado, os envolvidos começaram a colocar as coisas da esposa do suspeito no carro, quando ele se descontrolou e danificou o carro, inclusive quebrando os vidros. “Em seguida, a vítima estava já dentro do carro e ele desferiu uma facada no pescoço dele. O homem faleceu ali. A perícia foi ao local e os policiais do GOI colheram informações e começaram as buscas, pois, o autor fugiu em seguida”, disse.

Minutos depois, o delegado conta que o suspeito foi preso em flagrante. Ele foi levado para a delegacia e deve responder por homicídio qualificado e também por lesão corporal. “Houve além da morte o crime de violência doméstica contra a esposa dele. O casal possui um filho de um ano e sete meses. Eles brigaram por conta de som alto, parece que ela não estava querendo naquele volume e iniciaram a discussão. Já a vítima foi só ajudar a acabou morto”, finalizou Kenji.

O caso ocorreu no bairro Chácara das Mansões, em Campo Grande.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos