Alex, Patrick e David Oropeza, filhos de pais naturais de Cochabamba (Bolívia), são três bolivianos que vendem saltenhas em pontos estratégicos de Nova York. O que começou como uma iniciativa para arrecadar fundos para uma pequena banda de rock acabou se tornando um negócio de sucesso que já chamou a atenção do New York Times (NYT) e outros meios de comunicação dos EUA. 

Uma longa crônica na seção de alimentos do New York Times escrita pelo crítico gastronômico Liagaya Mishan, detalha como ela é feita, qual é seu gosto e como comê-la:"O caldo deve ser saboreado com cuidado para que possa ser comido sem derramar. Entre os bolivianos, isso aparentemente é um tipo de jogo, o primeiro que derrama tem que pagar a conta", escreve ele. 

Matéria continua após a publicidade

Os irmãos Oropeza, que provaram todas as versões de saltenhas feitas na Bolívia, disseram ao NYT que há variantes na preparação da receita tradicional e da que eles cozinham. Apenas uma pequena parte do ovo com gema dura é colocada (não a metade do que acontece no país) e não há azeitonas. 

Eles também inventaram uma saltenha que é feita de quinoa e substitui a carne de frango, uma substância de origem não-animal. Uma versão ideal para vegetarianos.

Não apenas o The New York Times se interessou pela saltenha boliviana, como também o jornal online The Insider produziu um vídeo mostrando esse delicioso empanado e sua elaboração por parte desses empreendedores bolivianos. 

 

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos