Estão sendo cadastrados profissionais para atuarem nas funções de: docente, supervisor de estágio profissional e coordenador técnico de curso. / Imagem: SED/Divulgação

A secretaria estadual de Educação de Mato Grosso do Sul (SED) abriu nesta sexta-feira (9) as inscrições no cadastro de profissionais para atuarem nos cursos de técnicos de nível médio em 16 municípios do estado, entre 2018 e 2019.

O edital publicado no Diário Oficial do estado, determina que as inscrições são feitas somente pela internet, na página da SED e vão até o dia 18 de fevereiro.

Matéria continua após a publicidade

Estão sendo cadastrados profissionais para atuarem nas funções de: docente, supervisor de estágio profissional e coordenador técnico de curso.

Podem participar, os profissionais com nível superior, habilitados em cursos de tecnologia, bacharelado ou licenciatura, com diploma ou comprovante de colocação do grão, desde que em conformidade com o eixo tecnológico e o curso que será oferecido pela SED.

Entre as capacitações que serão oferecidas estão as de: informática, agropecuária, administração, programação de jogos digitais, serviços jurídicos, meio ambiente, comércio integrado a EJA, recursos humanos, gerência de saúde, análises clínicas e açúcar e álcool, entre outros.

Matéria continua após a publicidade

Os cursos serão ministrados em escolas estaduais das cidades de: Amambai, Aquidauana, Bela Vista, Caarapó, Camapuã, Campo Grande, Corumbá, Dourados, Iguatemi, Ivinhema, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas.

A seleção dos candidatos para atuarem nos cursos obedecerá ao critério de maior titulação comprovada pelo candidato. O cadastro será válido até 31 de dezembro de 2019.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos