As cenas de destruição deixado por foliões de rua no Centro de Campo Grande repercutiu na sessão desta quinta-feira (7) na Câmara de Vereadores. Teve parlamentar que chegou a declarar que, se necessário, em alguns casos, têm que descer o cacete nos vândalos em festas futuras.

Quem levantou o debate foi o vereador Valdir Gomes (PP), que utilizou a tribuna da Casa para criticar a falta de estrutura nos desfiles das escolas de samba da Capital. Segundo ele, a Prefeitura deveria retomar a organização do evento, pois a liga não tem funcionários nem condições para fazer isso.

Matéria continua após a publicidade

“Até onde é o desfile é um descaso. Desfilam para o matagal e os defuntos no [cemitério] do Santo Amaro”, disparou Gomes. Ele defendeu que a Comissão de Cultura do legislativo reúna o a Prefeitura, a liga, e as escolas de samba para dialogarem e “fazer uma festa decente” no próximo ano.

Outro ponto abordado foi a segurança que, segundo Gomes, deveria ser feito por profissionais particulares, além dos policiais militares e guardas municipais. Quando o assunto chegou neste tema, houve a intervenção de André Salineiro (PSDB) sobre o tratamento que deve ser dado aos vândalos.

O tucano, que também é policial federal, pontuou inicialmente a importância de se fomentar o Carnaval, porque traz para a cidade geração de emprego, renda e turismo. No entanto, os problemas de segurança que ocorreram refletem toda a problemática da segurança pública que os cidadãos vivem no dia a dia.

Matéria continua após a publicidade

“Que no próximo Carnaval possamos investir mais na nossa Guarda Municipal. Sugiro, inclusive, que se compre GoPro para cada guarda municipal ter em cima de sua cabeça porque, a hora que chegar e ver vândalos como esses, que se faça o uso progressivo da força. Se for necessário, que se desça o cacete sim”, defendeu Salineiro.

Ao complementar, o vereador disse que as famílias brasileiras não aguentam mais “tanta marginalidade”, e que faltam princípios e valores a algumas pessoas. E fez referência ao vídeo publicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) em que tem “cidadão urinando em outro cidadão”, e pede punição a estes indivíduos que, segundo ele, “tem que ser colocados dentro de uma jaula”.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos