Wall-E sofreu ao ser deixado em abrigo após adoção. / Imagem: Facebook

Daquelas histórias de cortar o coração: um cachorrinho do Arizona, nos Estados Unidos, vivia feliz com seu tutor após ser adotado no ano de 2015 do abrigo Maricopa County Animal Care and Control (MCACC). Wall-E vivia tinha amor, comida e brinquedos, até que, no fim deste ano, seu mundo mudou completamente. Ele foi deixado, com colchão e seus brinquedos favoritos, de volta ao abrigo em que viveu antes de ter um lar.

De acordo com o site The Dodo, a vida da família de Wall-E mudou muito e ninguém conseguiria mais cuidar de um cachorro adequadamente. “Ele foi entregue porque não tinham tempo suficiente para ele”, afirmou Jordan Bader, que dirige uma página no Facebook para os cachorros para adoção do MCACC.

Matéria continua após a publicidade

Longe do conforto de um hotel para cachorros, o abrigo em que Wall-E foi deixado não podia guardar seus brinquedos nem seu colchão. Confuso e deprimido, o animalzinho acabou tendo uma postura defensiva, sentindo muito medo e latindo também. Os funcionários sabiam que aquela atitude acabava afastando potenciais adotantes do cão.

“Por causa da sua forma de estar no canil e avaliações, muitas pessoas passaram por ele e o ignoraram”, disse Bader. Apesar de assustado, ele ainda conseguia brincar com os voluntários do abrigo.

Após dois meses de espera por um novo lar sem sucesso, Wall-E teve sua história contada na página do Facebook do MCACC. O resultado foi uma comoção dos internautas e a aparição de candidatos interessados em adotá-lo. “Sabíamos que essa foto iria emocionar muita gente e receberia atenção, mas não fazíamos ideia de que explodiria como aconteceu. Tivemos logo muitas pessoas interessadas nele.” O post recebeu milhares de curtidas e compartilhamentos.

Matéria continua após a publicidade

A candidata Lynn Lee viu a foto e ficou tão comovida com a história do pet que se dirigiu ao abrigo para encontrá-lo de imediato.

Ela levou seu próprio cachorro e eles se deram tão bem que, no dia seguinte à publicação, Wall-E estava já a caminho de sua merecida nova casa.“Eles foram incríveis”, declarou Bader. O cãozinho está adaptado à nova vida, com muita diversão e carinho da tutora.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos