A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) está com as inscrições abertas para o processo seletivo de transferência externa, estrangeiros e portadores de diploma. Ao todo são 986 vagas distribuídas em todos os câmpus para ingresso no segundo semestre de 2019.

Os interessados podem se inscrever por meio de cadastro no Portal Ingresso, entre os dias 14 e 24 de junho. A liberação do acesso à Área do Candidato será confirmada através do e-mail cadastrado na hora da inscrição.

Matéria continua após a publicidade

De acordo com as informações, a ocupação das oportunidades será realizada, primeiramente, entre os candidatos inscritos no tipo de ingresso por transferência de outras instituições de ensino superior. Nesta modalidade, podem se inscrever estudantes que se encontrem em três situações: cujo curso de origem tem o mesmo nome do curso de destino; cujo curso de origem tem o mesmo nome do curso de destino, porém, de modalidades diferentes (bacharelado ou licenciatura); e estudantes interessados em mudar de um curso de origem para outro curso na UFMS, desde que os cursos sejam da mesma grande área de conhecimento.

Se ainda houver vagas, a ocupação será para os candidatos inscritos no tipo de ingresso de estrangeiros portadores de visto de refugiado, visto humanitário ou visto de reunião familiar e, por fim entre os candidatos inscritos no tipo de ingresso de portador de diploma de graduação.

Matéria continua após a publicidade

Ainda segundo as informações, o processo seletivo será realizado através da conferência das informações e dos documentos anexados no momento da inscrição. O resultado preliminar está previsto para 3 de julho e as aulas começam no dia 22, do mesmo mês.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos