O Procon-MS autuou na última semana, a Unimed Campo Grande pelo mau atendimento e ausências de informações

O Procon-MS autuou na última semana, a Unimed Campo Grande pelo mau atendimento e ausências de informações em alguns canais de interação dos beneficiários como telefone e site. As reclamações eram constantes em relação aos canais e foi constatado a inexistência de auxílio, configurando como desobediência a legislação vigente.

A fiscalização identificou o problema após realizar uma reclamação por telefone, onde foi encontrada a falha na opção no número da empresa em que aparece diversas opções, menos a de ouvidoria. A ligação também informa que a possível dúvida seria solucionada pelo e-mail ou diretamente na sede do hospital. Pelo site da Unimed também não foi possível encontrar as informações para que se realize uma reclamação.

Matéria continua após a publicidade

De acordo com a resolução 323/2013 da Agência Nacional de Saúde, as operadoras de planos privados de assistência à saúde devem instituir unidade organizacional de ouvidoria, com a atribuição de assegurar a estrita observância das normas legais e regulamentares relativas aos direitos do beneficiário.

Em contato com a reportagem, a Unimed informou que responderá o órgão estadual no prazo determinado e que o contratante do plano já recebeu as orientações necessárias. A unidade ainda explica que “está em conformidade com as normas do órgão regulador referente aos canais de atendimento, inclusive, com a ouvidoria”.

Matéria continua após a publicidade

Mais no

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos