O vereador Yussef Salla está solicitando informações junto à Prefeitura sobre a proibição de carga e descarga de mercadorias na região da Rua Tiradentes, entre as ruas Dom Aquino e Delamare, realizadas por veículos de grande porte (carretas), cujo tráfego tem causando danos ao pavimento de vias públicas.

Durante sessão da Câmara, Yussef solicitou que fosse encaminhado expediente ao secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Ricardo Ametlla, bem como ao diretor da Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat), Alexandre Vasconcellos, e ao responsável pelo Setor de Postura, Luciano Cruz, questionando situações que ocorrem na área.

Matéria continua após a publicidade

À Agetrat, o vereador questionou o fato de ser proibido carga e descarga de mercadorias durante o período diurno; à pasta de Infraestrutura pediu maior fiscalização nos serviços de recuperação do pavimento em lajotas.

“Temos recebido reclamações de moradores dando conta que, na Tiradentes com a Delamare, foi feito um serviço de recuperação do pavimento um mês atrás, mas o fluxo de veículos pesados, entre 40 e 50 toneladas, já ocasionou danos ao pavimento, dando a impressão de que o serviço não foi feito direito, com o Município tendo que pagar duas vezes pelo mesmo serviço, já que terá que ser refeito”, afirmou, pedindo fiscalização para cumprimento da legislação de carga e descarga no centro.

Trânsito

Matéria continua após a publicidade

Por outro lado, o vereador está reivindicando à Agetrat, a instalação de redutor de velocidade ao longo da Rua Dom Pedro II, entre as Ruas Major Gama e a Firmo de Matos, no sentido de fazer com que os motoristas respeitem os limites de velocidade na região, garantindo maior segurança aos pedestres.

Yussef solicitou ainda a realização de estudos visando a mudança de local do ponto de ônibus localizado na Rua Gonçalves Dias, entre as ruas Marechal Floriano e Marechal Deodoro. A ideia é que ele seja instalado próximo à Escola Municipal Professor Djalma Sampaio Brasil.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos