JustiçaPolítica

Vereadores celebram decisão de desembargador e luta por nova licitação continua

Segundo o Presidente da Câmara em entrevista dada à este Correio em novembro de 2017 - "A presença de novas empresas operando no trecho está embasada na decisão do MPE que, além de estabelecer prazo de 180 dias para uma nova licitação, decidiu também que, enquanto não for concluído o processo, o Estado deverá se abster de proibir, autuar ou multar qualquer interessado em explorar o serviço de transporte de passageiros da referida linha"