O Verdadeiro NewBorn Americano!

Faça já as fotos do seu bebê !!!

Conheça o Studium A

Sobre o Jornal:

O Correio da Manhã é um jornal sul-mato-grossense criado em 2015, originalmente sob o nome de MS Diário, sendo um produto da agência de comunicação e marketing digital - Avantiz. Todos os direitos das matérias publicadas pertencem aos seus respectivos autores.

Fone e WhatsApp

(67) 99199-2448

Nosso E-mail

[email protected]

Corumbá Redação 19/Setembro/2021 / Última edição às 11:17:28

Corumbá: Polícia fecha bar de pagode e autua dono em R$ 5 mil por poluição sonora

As aparelhagens e duas caixas de som foram apreendidas.


Em uma operação conjunta, Policiais Militares Ambientais e do 6º Batalhão de Corumbá fecharam uma casa de pagode e autuaram na sexta (17), o proprietário do local, homem de 40 anos, por emissão de som acima dos limites permitidos por Lei (poluição sonora).

Depois de denúncia de perturbação do sossego, os policiais foram ao local e mediram com um decibelímetro a pressão de som emitida pela aparelhagem instalada no estabelecimento comercial, que é anexo a uma residência, localizado no bairro Dom Bosco, sendo constatados 86 decibéis, quando a potência permitida para o horário e região é de 45 decibéis.

As aparelhagens e duas caixas de som foram apreendidas. O proprietário do local foi autuado administrativamente e multado pela PMA em R$ 5 mil. Ele também foi conduzido, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil e responderá por crime ambiental de poluição sonora.

O homem poderá pegar pena de um a quatro anos de reclusão. Além disso, poderá perder a aparelhagem apreendida, que passa a ser material de crime e da infração administrativa (multa), esta, a ser julgada pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul).

Comente esta matéria

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.