O Verdadeiro NewBorn Americano!

Faça já as fotos do seu bebê !!!

Conheça o Studium A

Sobre o Jornal:

O Correio da Manhã é um jornal sul-mato-grossense criado em 2015, originalmente sob o nome de MS Diário, sendo um produto da agência de comunicação e marketing digital - Avantiz. Todos os direitos das matérias publicadas pertencem aos seus respectivos autores.

Fone e WhatsApp

(67) 99199-2448

Nosso E-mail

[email protected]

Educação Midiamax 22/Fevereiro/2021 / Última edição às 13:25:16

Estado de MS ainda não definiu formato das aulas

Apesar da indefinição, já foram utilizados R$ 3,6 milhões na aquisição de insumos para higiene dos alunos contra a disseminação da Covid-19.


A um mês para o início do ano letivo na rede estadual de Mato Grosso do Sul, o governo do Estado ainda não decidiu se o retorno será remoto ou presencial, no modelo híbrido. Apesar da indefinição, já foram utilizados R$ 3,6 milhões na aquisição de insumos para higiene dos alunos contra a disseminação da Covid-19.

O retorno está previsto para a próxima segunda-feira (1º). Para o retorno dos 194,7 mil alunos em 347 escolas estaduais, a SED (Secretaria Estadual de Educação) o Estado trabalha com três possibilidades: presencial, remoto ou híbrido, que seria um rodízio com turma dividida e parte dos alunos frequentando a escola em alguns dias da semana. Esta última é a mais provável.

A decisão será baseada nas orientações do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança) da SES (Secretaria Estadual de Saúde) e do COE (Centro de Operações de Emergências).

O Governo do Estado já utilizou R$ 3,6 milhões na compra de itens de segurança como termômetros, luvas, máscaras, borrifadores, álcool gel 70, dispenser em totem e materiais de limpeza. As medidas de biossegurança foram definidas por uma comissão formada por 21 instituições como Fetems (Federação dos Trabalhadores de Educação de MS), por exemplo, parra o retorno das atividades.

Comente esta matéria

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.