O Verdadeiro NewBorn Americano!

Faça já as fotos do seu bebê !!!

Conheça o Studium A

Sobre o Jornal:

O Correio da Manhã é um jornal sul-mato-grossense criado em 2015, originalmente sob o nome de MS Diário, sendo um produto da agência de comunicação e marketing digital - Avantiz. Todos os direitos das matérias publicadas pertencem aos seus respectivos autores.

Fone e WhatsApp

(67) 99199-2448

Nosso E-mail

[email protected]

Corumbá Redação 29/Abril/2021 / Última edição às 15:33:45

Grupo atuava na fronteira com a Bolívia e movimentou mais de R$20 milhões com tráfico de drogas e contrabando

Mansão com ares de fortaleza, que destoa da paisagem no Cravo Vermelho, bairro pobre periférico e de chão batido de Corumbá.


A operação “Mamon”, terminologia que se refere aos “servos do dinheiro”, cumpriu mandado nesta quinta-feira (dia 29) em uma mansão, com ares de fortaleza, que destoa da paisagem no Cravo Vermelho, bairro periférico e de chão batido de Corumbá, Mato Grosso do Sul.

Conforme apurado pelo Campo Grande News, o imóvel de luxo é residência do vereador Alex Prado Della (Republicanos), que informou à Justiça Eleitoral não ter bens, e de seu pai Ale Tahir Della, preso em 2006 no aeroporto da Capital por tráfico de 85 quilos de cocaína.


Operação "Mamon" da PF em Corumbá-MS | Imagem: Correio da Manhã/ Ana Santos

O imóvel de luxo foi edificado em 2020, ano eleitoral. Nas primeiras horas do dia, equipes da PF foram à conveniência da família do vereador, localizada na Rua Major Gama, esquina com a Dom Aquino, Centro de Corumbá, que faz fronteira com a Bolívia.


Cercado por muros altos, imóvel de luxo ficam em bairro sem asfalto.

A reportagem do Campo Grande News não conseguiu contato com o vereador. Mas a assessoria de imprensa do parlamentar informou que Alex Dellas, como é conhecido, não tem vínculo com operação da Polícia Federal e que o vereador cumpre agenda hoje na Capital.

Veja mais imagens

Comente esta matéria

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.