O Verdadeiro NewBorn Americano!

Faça já as fotos do seu bebê !!!

Conheça o Studium A

Sobre o Jornal:

O Correio da Manhã é um jornal sul-mato-grossense criado em 2015, originalmente sob o nome de MS Diário, sendo um produto da agência de comunicação e marketing digital - Avantiz. Todos os direitos das matérias publicadas pertencem aos seus respectivos autores.

Fone e WhatsApp

(67) 99199-2448

Nosso E-mail

[email protected]

Capital G1 22/Fevereiro/2020 / Última edição às 11:12:14

Em Campo Grande motorista é mordido por passageiros ao pedir para não vomitar no carro

Vítima estava trabalhando como motorista de aplicativo.


Um motorista de aplicativo, de 26 anos, foi agredido por dois passageiros após desentendimento durante uma corrida, na madrugada deste sábado (22), em Campo Grande. A vítima foi mordida, está com vários ferimentos pelo corpo e ainda teve vários dentes quebrados.

A corrida começou por volta das 4h30 (de MS) na rua Oceano Atlântico, próximo à uma casa noturna. No caminho, um dos passageiros começou a passar mal e o motorista pediu a ele para não vomitar no carro, avisando que poderia parar o passageiro vomitar.

Mesmo assim, o suspeito vomitou e aí começou o desentendimento. Quando os envolvidos chegaram no bairro Tiradentes, o motorista parou o carro e pediu para os passageiros descerem. Foi neste momento que a vítima começou a ser agredida com chutes, socos e mordidas. No depoimento, a vítima conta que chegou a ficar desacordada.

Na ocasião, um segurança particular passava de moto e presenciou os fatos. Ele parou para socorrer a vítima e conseguiu capturar um dos suspeitos, até a chegada da polícia. O homem de 30 anos prestou depoimento e foi liberado. Ele deve responder por lesão corporal. O outro envolvido ainda não foi identificado.

A vítima também pediu ajuda dos colegas de profissão pelo aplicativo. Um deles, que prefere não se identificar, disse que ajudou o colega e que os suspeitos jogaram a chave do carro dele no telhado de uma casa. “E sem motivo ainda jogaram a minha chave. A sorte é que um colega subiu em um quintal e pegou. Agora estou aqui, com três ou quatro dentes quebrados porque as pessoas não tem nenhum respeito ao próximo”, finalizou.

Comente esta matéria

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.