O Verdadeiro NewBorn Americano!

Faça já as fotos do seu bebê !!!

Conheça o Studium A

Sobre o Jornal:

O Correio da Manhã é um jornal sul-mato-grossense criado em 2015, originalmente sob o nome de MS Diário, sendo um produto da agência de comunicação e marketing digital - Avantiz. Todos os direitos das matérias publicadas pertencem aos seus respectivos autores.

Fone e WhatsApp

(67) 99199-2448

Nosso E-mail

[email protected]

Saúde Redação 09/Junho/2021 / Última edição às 08:22:10

MS envia mais 5 pacientes graves com Covid a SP

O estado possuí 293 pacientes à espera de leitos, sejam eles clínicos ou uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).


Nesta terça-feira )8), Mato Grosso do Sul enviou mais cinco pacientes graves com Covid a São Paulo. Até o momento o estado totaliza 21 pessoas destinadas a outros estados para o tratamento do coronavírus.

Os pacientes transferidos para São Paulo foram em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), que saiu de Campo Grande, com destino o aeroporto de Congonhas. Os pacientes serão encaminhados para o Hospital Geral Vila Penteado e o Hospital Estadual Metropolitano Santa Cecília.

As transferências para outros estados estão sendo feitas pois Mato Grosso do Sul “está na situação de eminente colapso da saúde provocado pelo agravamento da pandemia”, de acordo com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende.

De acordo com os dados da secretaria estadual de Saúde, o estado possuí 293 pacientes à espera de leitos, sejam eles clínicos ou uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Os números consolidados nesta terça (8), mostra uma crescente na fila. Na segunda-feira (7), Mato Grosso do Sul totalizava 271 ao aguardo de uma unidade hospitalar.

Comente esta matéria

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.