O Verdadeiro NewBorn Americano!

Faça já as fotos do seu bebê !!!

Conheça o Studium A

Sobre o Jornal:

O Correio da Manhã é um jornal sul-mato-grossense criado em 2015, originalmente sob o nome de MS Diário, sendo um produto da agência de comunicação e marketing digital - Avantiz. Todos os direitos das matérias publicadas pertencem aos seus respectivos autores.

Fone e WhatsApp

(67) 99199-2448

Nosso E-mail

[email protected]

Polícia Midiamax 13/Janeiro/2021 / Última edição às 15:45:05

Mulher é espancada por cinco pessoas ao ser apontada como ‘bruxa’ em MS

Autores chegaram armados com martelo, facão e pedaço de madeira


Uma mulher de 29 anos procurou a delegacia de Polícia Civil na cidade de Amambai, a 352 quilômetros de Campo Grande, após ser espancada por cinco pessoas na aldeia da cidade ao ser apontada como ‘bruxa’. O fato ocorreu nesta terça-feira (12), mas só foi registrado nesta quarta-feira (13). O caso será apurado pela polícia.

A vítima contou que estava em casa, na aldeia Amambai, quando foi surpreendida por cinco pessoas, três mulheres e dois homens, que chegaram armados com martelo, facão e pedaço de madeira. A mulher ainda contou que conhece os suspeitos, pois moram na mesma aldeia.

Em seguida, de acordo com o boletim de ocorrência, os autores teriam afirmado que a vítima fazia bruxaria e então passaram a agredi-la. A mulher contou na delegacia que os suspeitos usaram o pedaço de madeira para cometer as agressões, também desferiram socos e chutes na vítima. O martelo e o facão não teriam sido usados no crime.

Ferida, a vítima conseguiu socorro e depois procurou a delegacia da cidade. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa e será apurado.

Comente esta matéria

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.