O Verdadeiro NewBorn Americano!

Faça já as fotos do seu bebê !!!

Conheça o Studium A

Sobre o Jornal:

O Correio da Manhã é um jornal sul-mato-grossense criado em 2015, originalmente sob o nome de MS Diário, sendo um produto da agência de comunicação e marketing digital - Avantiz. Todos os direitos das matérias publicadas pertencem aos seus respectivos autores.

Fone e WhatsApp

(67) 99199-2448

Nosso E-mail

[email protected]

Capital Redação 20/Fevereiro/2021 / Última edição às 12:43:20

Mulher mantida em cárcere privado em Campo Grande, consegue avisar irmã por telefone; ex é preso.

A mulher, de 26 anos, estava presa em casa há mais de um mês, segundo o Boletim de Ocorrência.


Um homem foi preso suspeito de agredir, ameaçar e manter a ex-companheira em cárcere privado. A prisão ocorreu ontem, no bairro Nova Campo Grande, em Campo Grande (MS), e foi descoberto após a vítima conseguir avisar a irmã pelo celular. A mulher, de 26 anos, estava presa em casa há mais de um mês, segundo o Boletim de Ocorrência. Ela era proibida de sair de casa, e o uso do celular era monitorado pelo suspeito, de 22 anos.

A mulher sofreu uma nova agressão na quinta-feira (18), quando o ex-companheiro bateu sua cabeça no chão. Em seguida, em um momento de desatenção dele, a vítima aproveitou a oportunidade para pegar o celular e avisar a irmã, que por sua vez acionou a Polícia Militar. Quando os agentes chegaram ao local, encontraram a vítima com hematomas no couro cabeludo e o homem com arranhões pelo corpo. Ele usava tornozeleira eletrônica por outros casos de violência doméstica e a vítima já possuía medida protetiva contra ele. Ele foi autuado em flagrante por lesão corporal dolosa, ameaça, sequestro e cárcere privado, violação de domicílio e descumprir medidas protetivas.

Comente esta matéria

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.